uma página de contos. que invento .. ou não.

Labels

diário de uma Irrealidade possível (XIII)

_
Dinheiro, dinheiro, dinheiro. Está em tudo o maldito dinheiro. Nos legumes que tenho de comprar para a sopa da semana, nas botas do mais novo que, abertas de velhas e usadas, deixam entrar água e frio, nos livros da mais velha que ainda não os tem. Dinheiro. Maldito dinheiro. E enquanto me esforço e me estafo para o arranjar de todas as formas possíveis vai-se-me a vida. Vão-se-me os anos.
Mais um mês. Mais uma prestação de uma dívida que nunca contraí mas cuja incauta assinatura comprou com direito a juros de não sei quantos por cento. Mais um roubo. Mais um mês. E eu almejo pelo mês em que tudo termine. A dívida ou eu própria. Às vezes pergunto-me quem vencerá.
_

2 comments:

  1. vencerá a nossa heroína... tenho a certeza!

    ReplyDelete
  2. Nocas Querida isto anda a carvão por todos os motivos e mais algum .. tens? és uma crente tu :) * mas ela merece, não achas?
    Beijo

    ReplyDelete